O nosso tema de hoje é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostridium botulinum: a Toxina Botulínica. Mas, calma, não precisa ter medo dela. Essa toxina é utilizada na medicina há cerca de 40 anos numa forma estéril e purificada por meio de injeções. Na Estética, sua principal função é ajudar no tratamento das rugas dinâmicas do rosto.

Antes de falar como a Toxina Botulínica age no organismo, precisamos explicar como se formam as rugas dinâmicas. Elas são as rugas que aparecem quando fazemos determinadas expressões, como é o caso dos populares “pés-de-galinha” ao redor dos olhos. Isso ocorre por conta de um fenômeno chamado hipercinesia muscular, uma contração excessiva dos músculos. A Toxina Botulínica consegue “enganar” o cérebro e, assim, ajuda a relaxar a musculatura da face por meio do controle das contrações.

“A realização desses procedimentos é rápida – em torno de 10 a 30 minutos – feitos até mesmo sem necessidade de anestesia ou, no máximo, anestesia local”, afirma o Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena. Ele também afirma que sua aplicação não deixa nenhuma cicatriz no rosto, é rápida e praticamente indolor: são sentidas apenas pequenas picadas da agulha. “Os benefícios são perceptíveis entre 4 e 7 dias após a aplicação”, completa o Doutor. Quando voltarmos a falar sobre rugas, abordaremos as rugas estáticas e suas formas de tratamento. Continue nos acompanhando no blog e nas redes sociais!

VEJA MAIS POSTS SOBRE

CONTATO

Para mais informações, entre em contato conosco.