Tag: "pele"

11Como já dissemos num post anterior sobre Abdominoplastia, um dos públicos que mais procuram este procedimento é o de mulheres que tiveram filho(s) e desejam resgatar a aparência abdominal que tinham antes da gestação. Mas a relação cirurgia plástica x gestação sempre vem carregada de dúvidas e incertezas. Hoje vamos hoje esclarecer uma dúvida comum a mulheres grávidas ou que acabaram de se tornar mães: “quanto tempo depois de dar à luz a mulher pode fazer essa cirurgia? ”

Para isso contamos com o embasamento científico do Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena, que traz alguns esclarecimentos sobre a cirurgia abdominal. “No período pós-parto ocorrem modificações no corpo que serão transitórias. Há tanto modificações estéticas como funcionais, de tal forma que o ideal é esperar até que o organismo retorne à normalidade. Isso exige um prazo mínimo que pode variar de 6 meses a 1 ano”, afirma o Doutor.

Portanto, paciência para agendar o procedimento é fundamental para evitar transtornos futuros nessa região que tem alto valor estético ao corpo da mulher. E, como sempre dizemos aqui, busque sempre clínicas e profissionais especializados a fim de que os resultados esperados possam ser alcançados. No próximo post sobre o tema, continuaremos abordando a Abdominoplastia pós-gestação com o intuito de esclarecermos um tabu. Não perca!

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Ouvimos falar de um procedimento estético que proporciona à pele tratada um efeito similar ao do polimento de um veículo. Não poderíamos perder a oportunidade de consultar o Dr. Vitorio Maddarena para saber o nome dessa técnica e como ela funciona. Fizemos isso e agora é hora de trazermos até você, leitor(a), as informações que conseguimos sobre a Microdermoabrasão. Com a palavra, o Dr. Vitorio:

“A Microdermoabrasão ou MDA é uma técnica na qual um aparelho, ao mesmo tempo que cria uma área de pressão negativa na pele (vácuo), bombardeia com micropartículas de sílica, promovendo uma espécie de polimento da pele. É indicada para opacidade cutânea, manchas superficiais, cicatrizes de acne, rítides iniciais, etc. Pode ser associada com o Peeling, Laser de baixa potência ou com técnicas de drug delivery.”

Além de todos esses benefícios que a Microdermoabrasão pode proporcionar, ela ainda estimula a colagênese, que nada mais é do que a produção natural de novas fibras de colágeno na pele.

Quando o assunto é estética e beleza da pele deve-se procurar clínicas especializadas com profissionais que vão realizar o procedimento de forma a não colocar a saúde do paciente em risco. Por isso, até mesmo para saber se este procedimento é o mais indicado para seu caso, é importante consultar-se com um médico especialista para uma avaliação mais detalhada.

No texto anterior sobre flacidez explicamos como esse problema ocorre. Hoje o objetivo é levar até você, leitor(a), informações a respeito de como prevenir e tratar a flacidez. Começamos dizendo que as mulheres possuem maior propensão à flacidez do que os homens. Isso porque elas sofrem com maior variação hormonal e consequente perda de colágeno e elastina, fibras que agem na sustentação da pele.

Luciana Porto, coordenadora de tratamentos estéticos da Clínica Maddarena, explica a importância de uma boa alimentação tanto para evitar o problema como para tratá-lo: “No caso da flacidez muscular, é indicada a associação de exercícios físicos com uma dieta especial. Essa dieta deve se basear na ingestão adequada de proteínas, presentes nas carnes e ovos, por exemplo. São elas as responsáveis por levar os nutrientes necessários para a manutenção das fibras teciduais. Já para a flacidez da pele (tissular), além das proteínas, indica-se o consumo de alimentos ricos em vitamina C (laranja, acerola), zinco (espinafre, brócolis), cobre (aveia, chocolate amargo) e selênio (castanhas, feijão). ”

A hidratação também é um fator essencial para o tratamento da flacidez, seja via oral seja via extrínseca, com aplicação de cremes hidratantes. Alguns tratamentos estéticos como a radiofrequência e os chamados tratamentos firmadores otimizam ainda mais os resultados. Esperamos que as explicações tenham sido esclarecedoras e indicamos que se procure um profissional que possa apontar o tratamento adequado para cada caso.

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Você já ouviu falar de dermatoporose? Podemos dizer que é uma condição natural que provoca o envelhecimento da pele por falta de colágeno. O tratamento mais indicado contra a dermatoporose é o Laser.

A pele possui duas camadas: a epiderme e a derme, como já dissemos num texto anterior sobre o tratamento a laser. A derme é a mais profunda, onde ficam as fibras de colágeno e elastina que formam o arcabouço de sustentação da pele. E é nela também que fica a água, que mantém a pele hidratada, por exemplo. A partir dos 20 anos, no entanto, a produção de colágeno começa a cair gradativamente. De um ano para o outro há uma diminuição da produção de colágeno de cerca de 1%.

“Em algum momento, essa queda de produção vai impactar na quantidade total do colágeno, fazendo aparecer a dermatoporose”, explica o Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena. “Some-se a isso que a exposição à luz solar ao longo dos anos provoca danos em nossa pele. Surgem manchas, rugas, ocorre perda da elasticidade e também uma certa opacidade. Esse conjunto de alterações diminui a vitalidade e a beleza natural da pele”, completa o Doutor.

Portanto, para desacelerar esse processo natural de envelhecimento da pele, procure um médico especialista em tratamentos a laser e agende uma avaliação. E continue ligado(a) no nosso blog, sempre levando até você informações sobre o mundo dos tratamentos estéticos.

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Hoje daremos continuidade às pautas sobre estética com um tema que desperta interesse de muita gente: a flacidez. Iniciamos revelando que existem dois tipos de flacidez: a muscular e a tissular. Tanto uma quanto a outra podem ocorrer devido a fatores genéticos ou causas naturais, como obesidade, exposição ao sol, tabagismo, distúrbios hormonais, gestação, entre outras. Para explicar melhor o assunto recorremos à Luciana Porto, coordenadora de tratamentos estéticos da Clínica Maddarena.

“A flacidez da musculatura é a que ocorre devido à perda do tônus muscular. Ela se deve ao sedentarismo total, falta de exercício físico específico para determinado grupo muscular e/ou alimentação inadequada”, explica Luciana. Já a flacidez tissular é a que ocorre na pele e afeta sua firmeza: “essa ocorre pela perda de elementos teciduais, como colágeno, elastina e fibroblastos. A consequência desse tipo de flacidez é um aspecto envelhecido e caído da pele afetada”, completa a especialista.

É importante adiantarmos que ambos os casos podem ter seus efeitos reduzidos por meio da prática de exercícios físicos, tratamentos estéticos, hidratação e alimentação adequados. Falaremos mais sobre isso no próximo texto sobre flacidez, fique ligado(a)!

VEJA MAIS POSTS SOBRE

CONTATO

Para mais informações, entre em contato conosco.