Tag: "rosto"

Agosto chegou e, com ele, aquela indefinição de todos os anos: o que dar de presente no Dia dos Pais? O post de hoje é para você que já deu roupas, viagens, acessórios e até pra você que deixa a data passar em branco porque o pai “não gosta de receber presentes”. Queremos te dar uma sugestão de presente: por que não sair da mesmice esse ano e proporcionar ao seu pai um tratamento estético para rejuvenescimento facial?

Já se foi o tempo em que os homens tinham preconceito em buscar formas de cuidar da aparência, sob o risco de ter sua masculinidade colocada em cheque. Hoje em dia, até pela gama maior de informações a que têm acesso, muitos sabem de produtos e tratamentos estéticos específicos para o rosto masculino. Sabem também que técnicas de rejuvenescimento facial servem tanto para melhorar o visual em si como para a saúde da pele.

Seja moderno ou conservador, seu pai merece ser apresentado à área Espaço Homem do nosso site. Escolha um ou mais tratamentos que se encaixem nas necessidades dele e ofereça como presente para o Dia dos Pais. Agende uma avaliação para o seu herói com um médico especialista e fique ao lado dele nas outras etapas do processo (procedimento e recuperação). Dessa forma, além da renovação na aparência pode ser uma oportunidade única de vocês renovarem a relação pai e filho.

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Seja por genética, seja pelos efeitos naturais do tempo, os volumes faciais de algumas pessoas são deficitários. A Ritidoplastia, também conhecida como Lifting Facial, pode ser uma alternativa de correção da Volumetria Facial. Para essa finalidade de complementar volumes há materiais sintéticos, como os implantes de silicone ou porex, que aumentam o contorno ósseo e também os preenchedores, como o Ácido Hialurônico.

Já o Nanofatgraft ou Lipofilling, como é mais conhecido, é um procedimento em que células de gordura são especialmente coletadas e preparadas para serem utilizadas em complementos de cirurgias faciais. Cânulas especiais fazem a coleta desses adipócitos, que depois são lavados e preparados para a transferência e são utilizados para melhorar o contorno dos olhos (incluindo as olheiras), o contorno da mandíbula e também para dar mais volume às maçãs do rosto. Os pré-adipócitos, formas jovens dos adipócitos, além de terem boa integração quando transferidos (não são reabsorvidos), produzem o Growing Factor, substância que melhora o metabolismo dos tecidos locais.

Não custa lembrar que só um médico especialista pode te dizer qual é a técnica ideal para tratar o seu caso. Portanto, além de seguir acompanhando o blog, é essencial que você agende uma avaliação médica e tire todas as suas dúvidas sobre a Ritidoplastia.

VEJA MAIS POSTS SOBRE

O post de hoje é sobre uma cirurgia para minimizar uma causa comum de bullying. Trata-se da Otoplastia, procedimento que serve para corrigir malformações do pavilhão auricular como as orelhas proeminentes, popularmente chamadas “orelhas de abano”. Elas são causa de rejeição e ofensas principalmente entre crianças e consequentes danos psicológicos a quem as possui.

Antes de mais nada, vamos explicar um pouco da anatomia auricular. Nossas orelhas se desenvolvem por volta da 18ª semana de gestação, a partir de um conjunto de cartilagens que se fundem e se dobram. A orelha normal tem uma dobra de cartilagem que se assemelha a um “Y”, o qual possui uma perna mais longa chamada anti-hélice. Começa na parte superior e vai até a concha, a concavidade maior onde fica o buraco do ouvido. Nos casos de orelha proeminente pode ocorrer um aumento do tamanho da concha e a falta da anti-hélice. Em conjunto, essas duas alterações ocasionam o aspecto de orelhas abertas.

O procedimento envolve um pequeno corte na parte de trás da orelha para que a cartilagem seja remodelada. Ele pode ser feito em pessoas a partir dos 5 anos, idade em que as orelhas já alcançaram 90% de seu tamanho final. Explicaremos com mais detalhes no próximo post sobre a Otoplastia. Continue nos acompanhando no blog e nas redes sociais!

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Hoje continuaremos mostrando como aplicações da Toxina Botulínica podem ser úteis além da estética. Conversamos com o Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena, que nos contou a respeito de uma doença que pode ter seus efeitos minimizados com aplicações regulares da substância: o Blefaroespasmo.

O Blefaroespasmo é uma doença que ataca as pálpebras e, assim como a Paralisia Facial Periférica, provoca contrações involuntárias nos músculos que ficam ao redor dos olhos. Em geral ele ocorre dos 2 lados do rosto do paciente e causa incessantes piscadas, que podem levar à cegueira funcional. “Quando detectada, a doença pode ter seus efeitos amenizados com a aplicação da Toxina Botulínica, que age diretamente nos músculos, controlando suas contrações. O ideal é que as aplicações nos pacientes com Blefaroespasmo sejam repetidas a cada 5 meses para que eles possam viver com o mínimo de desconforto possível”, explica o Dr. Vitorio Maddarena.

É importante dizermos também que, assim que a pessoa perceber contrações involuntárias constantes nas pálpebras, deve procurar um médico para ter seu diagnóstico. Após isso, ela pode buscar tratamentos como o que revelamos hoje, com aplicações locais de Toxina Botulínica. Esperamos que o assunto tenha ficado claro e que você continue nos acompanhando neste blog e nas nossas mídias sociais!

No post de hoje vamos retomar o assunto Blefaroplastia, a cirurgia das pálpebras, mas dessa vez vamos tratar especificamente das pálpebras superiores. A função delas é cobrir os olhos e, para isso, são formadas por um conjunto de estruturas que envolve músculos, tendões, fáscias, ligamentos, entre outros tecidos. Durante a cirurgia, todas essas estruturas são abordadas e eventualmente corrigidas, com atenção especial para o tamanho e posicionamento das bolsas de gordura que se formam na região, assim como o excesso de pele existente.

Eventuais alterações das pálpebras como a ptose palpebral (pálpebra caída), blefarocalázio (excesso cutâneo), ectrópio (borda ciliar virada para fora) e entrópio (cílios invertidos para dentro) podem ser corrigidas durante a plástica palpebral. Para isso, técnicas cirúrgicas adicionais são empregadas.

 “O objetivo do procedimento é restaurar a região, conferindo um olhar jovial com leveza e harmonia com toda a face, e promover a preservação e melhora da função palpebral”, afirma o Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena. Nos próximos posts sobre Blefaroplastia, falaremos sobre a faixa etária mais indicada para se submeter à técnica, além de cicatrizes e o pós-operatório, continue ligado(a)!

VEJA MAIS POSTS SOBRE

CONTATO

Para mais informações, entre em contato conosco.