fbpx

O envelhecimento é uma fase natural da vida e inevitável. Mas isso não é, necessariamente algo ruim. Pessoas maduras têm histórias e experiências que valem muito. Entenda com a gente o que acontece com o nosso corpo ao longo do tempo e sorria: as rugas, cicatrizes e linhas de expressão contam a sua história. Que só você tem!

 

Perda de colágeno

Proteína responsável pela constituição dos nossos tecidos, o colágeno é responsável por conferir firmeza e viço à pele do rosto e do corpo. A partir dos 20 anos, temos uma diminuição na produção de colágeno da ordem de 1% ao ano. O impacto disso começa a ser percebido quando entramos na casa dos 30 anos, quando a flacidez costuma dar seus primeiros sinais.

Além do passar dos anos, há outros fatores que aceleram a perda de colágeno, como tabagismo, estresse e exposição desprotegida ao sol. Portanto, mudanças de hábitos ajudam – e muito – no combate ao envelhecimento precoce. Tratamentos estéticos avançados, como multiwaves, radiofrequência e microagulhamento, ajudam o organismo a produzir mais colágeno, contribuindo para a firmeza da pele.

 

Rugas

Mexemos o rosto o tempo todo: para falar, sorrir, comer e até na hora de dormir. A contração constante dos músculos provoca o que chamamos de rugas dinâmicas, ou as famosas linhas de expressão. Com o tempo, de tanto dobrar no mesmo ponto, as fibras de colágeno se rompem, criando as rugas estáticas. Essas aparecem mesmo com o rosto parado sem expressão.

É importante entender essa diferença para compreender como é possível contornar tais efeitos. Para rugas menos pronunciadas, tratamentos com toxina botulínica são, por exemplo ótimos aliados. Marcas mais profundas são tratadas com preenchimentos como o ácido hialurônico e liftings faciais.

 

Flacidez

Há dois tipos de flacidez: a da pele e a dos músculos. A primeira ocorre por conta da perda de colágeno que mencionamos acima. É mais notada no rosto, colo, pescoço e nas mãos.

A flacidez dos músculos aparece principalmente nos braços – você certamente já ouviu sobre o “músculo do tchauzinho” – e nas coxas. Exercício físico é a melhor forma de melhorar o tônus muscular.

Ingerir adequadamente proteínas e água também é muito importante para garantir o tônus da pele e dos músculos. Um médico nutrólogo ajuda – e muito – nessas horas!

 

Cabelos brancos

Mas não é só colágeno que perdemos com o tempo. O corpo também produz menos melanina, pigmento responsável, dentre outras coisas, por dar cor ao nosso cabelo.

Junte isso à predisposição genética, doenças crônicas e fatores externos, como alimentação não balanceada, estresse e poluição. Aí está a razão do nosso corpo gradualmente produzir fios brancos.

 

Manchas na pele

Elas até têm nome associado ao envelhecimento: manchas senis. Mas não se assuste. Tais manchas podem aparecer em qualquer idade por conta da exposição desprotegida ao sol. E a resposta para a prevenção está aí: protetor solar sempre!

Para as manchas que já surgiram, converse com um dermatologista. Ele vai avaliar corretamente o tipo da mancha e o tratamento mais adequado.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

A bichectomia é a cirurgia plástica responsável por remover o excesso de gordura na região da bochecha. Entenda com a gente como ela é feita e para quem é indicada.

 

Para que serve a bichectomia

Quem tem as bochechas muito cheias e pronunciadas pode atenuar esse aspecto com a cirurgia. A bichectomia também é indicada para quem perdeu muito peso mas tem a sensação de que o rosto continua cheio e desproporcional ao novo corpo.

Uma proporção mais harmônica das bochechas ajuda a melhor definir os contornos da face, afinando o rosto e realçando as maçãs. 

 

Como a bichectomia é feita

Como é uma cirurgia plástica, a bichectomia somente deve ser indicada e realizada por um cirurgião plástico.

Fazendo um corte na parte interna da boca, o médico retira o excesso de gordura que constitui a Bola de Bichat, uma estrutura presente entre os músculos encarregados da nossa mastigação. Como a incisão é feita por dentro, a cirurgia não deixa nenhuma cicatriz aparente.

 

Pós-operatório

Os pontos são absorvidos pelo organismo e em poucos dias o paciente retoma suas atividades habituais, sendo normal que a região fique inchada por alguns dias. O correto acompanhamento médico é essencial nessa fase, já que é ele quem vai orientar sobre cuidados específicos e avaliar a recuperação.

 

Bichectomia funcional

Há casos em que a cirurgia é indicada a pacientes que, por conta do excesso de gordura na região, mordem a parte interna da bochecha com frequência. Por causar desconforto e lesões rotineiras, esse é um exemplo de cirurgia plástica que vai além de questões estéticas e tem a finalidade de melhorar a qualidade de vida da pessoa.

 

Duração dos resultados

A Bola de Bichat não se regenera. Por isso, a bichectomia é uma cirurgia com resultados permanentes. No entanto, é importante lembrar que com o passar do tempo nosso rosto muda de forma, perdendo sustentação e sua camada normal de gordura. Esse processo é natural e acontece com todo mundo. Por conta disso, é importante escolher um profissional experiente, que remova apenas a quantidade necessária de gordura para que no futuro o rosto não ganhe um aspecto envelhecido.

 

Bichectomia combinada com outros procedimentos (harmonização facial)

Em muitos casos é indicado combinar a bichectomia com outros procedimentos para conferir ao rosto proporções mais harmônicas. É comum associá-la a procedimentos como lipoaspiração facial, lifting e preenchimentos. Converse com um médico sobre suas expectativas e entenda qual abordagem é a mais indicada para seu caso.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

Não importa sua idade ou seu tipo físico: é muito bom se exercitar com frequência. Mas, no dia a dia corrido que nós temos, muitas vezes não basta vontade — falta tempo para conseguir praticar uma atividade física com frequência. Uma alternativa adotada por muitos, portanto, é o esportezinho apenas aos fins de semana. 

Fazer exercícios físicos de vez em quando é melhor do que nunca fazer, claro. Mas, atenção: para que seu corpo aguente bem essas sessões esporádicas, é preciso tomar alguns cuidados. 

 

Tente ser menos sedentário no dia a dia

Músculos e articulações costumam sentir mais os esforços esportivos quando não estão habituados aos movimentos. Assim, uma dica é procurar se mexer o máximo possível nos dias em que não sobrou tempo para a academia ou para o futebol com os amigos. Inclua pequenas práticas em seu dia a dia. Que tal substituir o elevador pela escada? 

Quem usa transporte público também pode descer um ponto antes do convencional para fazer uma caminhadinha extra a caminho do trabalho. Outra dica é muito útil para quem trabalha sentado o dia todo: crie o hábito de se levantar ao menos de hora em hora, nem que seja para caminhar até o bebedouro e tomar um copo d’água — aliás, não se esqueça de tomar água!

 

Na hora das refeições

É questão de física: se você estiver com sobrepeso, maior será impacto do seu próprio corpo nas articulações durante a prática esportiva. Assim, é fundamental adotar uma dieta balanceada durante toda a semana, e não somente nos dias em que estiver planejando seus treinos. 

Aliás, a alimentação adequada é fundamental para o bom desempenho de atividades físicas. Já falamos disto aqui: se quiser mais informações, consulte um médico nutrólogo

 

Check-up do atleta de fim de semana

Quanto tempo faz que você não vê como está seu corpo por dentro? Atividade esportiva faz muito bem, mas é preciso ter certeza de que está tudo em ordem com seu organismo. Se você tiver alguma doença desconhecida, uma sobrecarga cardíaca pode acarretar consequências graves. 

Por isso, é altamente recomendável procurar um médico antes de começar essa mudança de hábito. E, depois que engrenar no esporte de sua preferência, mantenha visitas rotineiras ao consultório: o acompanhamento é fundamental. 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

Na correria do dia a dia, você se lembra de tomar água? Parece bobagem, mas muita gente acaba ingerindo menos água do que deveria — e a bebida é fundamental para o funcionamento do organismo, garantindo incontáveis benefícios para o corpo.

A quantidade ideal de água varia conforme a idade e o nível de atividade física de cada um. Em geral, recomenda-se 2 litros por dia. Uma boa hidratação ajuda o organismo a eliminar toxinas, protegendo os rins e contribuindo para a prevenção de doenças cardíacas. 

Mas os benefícios não param por aí. Veja a seguir alguns efeitos de uma boa hidratação na beleza corporal. 

 

Pele e água

O organismo bem hidratado favorece a aparência brilhante e jovem da pele. Isto porque a sustentação da pele depende de um líquido entre as células — quando falta, a aparência do tecido pode ficar sem viço e flácida. 

A ingestão de água também contribui para a excreção de toxinas que prejudicam a pele. 

 

Olhos

É fundamental beber bastante água para que os olhos fiquem protegidos de ressecamento e, assim, menos suscetíveis a lesões, infecções e inflamações. Os olhos são muito sensíveis a um quadro de desidratação.

 

Perda de peso

Há duas explicações sobre como a ingestão de água ajuda a emagrecer. A primeira é óbvia: como o líquido ocupa espaço no estômago, tomar bastante água dá certa sensação de saciedade e faz com que a pessoa ingira menos comida. 

A outra tem a ver com o sistema nervoso. Pesquisas indicam que a ingestão de água estimula a atividade do mesmo e, assim, aumenta o gasto energético de cada um.

 

Esportes

Um organismo bem hidratado também é necessário para uma boa prática esportiva. Isso porque, durante o treino, há muita perda de água pelo suor — e a falta de hidratação acarreta em piora do desempenho. Outro ponto importante é que a água ajuda a controlar a temperatura corporal.

 

Dá para variar muito

Coloque uma fatia de limão ou laranja na água e curta um saborzinho diferente. Quer variar mais? Faça uma pausa no dia com um bom chá ou suco natural de frutas. Evite adoçar a bebida para não transformar seu ritual de hidratação em uma oportunidade de ingerir calorias vazias.

 

Não descuide!

Por esses e muitos outros motivos, não descuide da água. Mantenha o hábito de ter uma garrafinha cheia sempre à mão e incorpore à rotina os copos d’água ao longo do dia. Você vai sentir os resultados em sua disposição e rapidinho manterá esse hábito saudável.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

Nosso nariz é composto por ossos e cartilagens. Dependendo das proporções do rosto de cada pessoa, pode surgir o desejo de alcançar um visual mais harmônico do nariz por meio de uma rinoplastia: esse é o nome que se dá à cirurgia plástica no nariz.

 

Como a rinoplastia é feita

O cirurgião plástico pode lançar mão de várias técnicas para remodelar o nariz. Dependendo das necessidades do paciente, as incisões são feitas pela parte de dentro da narina ou por um pequeno corte abaixo da ponta e nas laterais do nariz. Tudo isso com o maior cuidado para esconder as cicatrizes nas dobrinhas naturais do rosto. 

De acordo com os objetivos desejados, é possível reposicionar, reduzir ou até aumentar o volume das estruturas nasais. 

O tipo de anestesia é determinado pelo médico, podendo ser geral ou local com sedação.

 

Rinoplastia além da estética

Muita gente busca a rinoplastia para corrigir desvios que prejudicam a respiração ou após acidentes e traumas. Esse tipo de intervenção melhora a qualidade de vida do paciente, principalmente na hora de dormir e de praticar atividades físicas. Mesmo nessas cirurgias reparadoras é possível corrigir imperfeições estéticas, unindo o útil ao agradável.

 

Dá para copiar o nariz de um famoso?

Não. Cada pessoa tem uma estrutura facial e suas próprias proporções. Por isso, não é possível “encomendar” o nariz de outra pessoa. Mas é muito importante discutir com o médico as expectativas da cirurgia para mostrar o que se deseja da rinoplastia e o que é, de fato, possível alcançar.

 

Pós-operatório

Nos primeiros dias, o curativo, além de proteger o nariz, também serve como um reforço da região, colaborando para que tudo fique no seu lugar. Pode ser que o paciente sinta certa dificuldade para respirar em função do inchaço da região. Isso é normal mas, caso o desconforto atrapalhe a respiração, o médico deve ser procurado imediatamente. 

O cirurgião irá orientar o paciente quanto aos outros cuidados com o curativo, incluindo a melhor posição na hora de dormir e um tempo mínimo em que não se deve praticar atividades físicas que representem riscos de machucados no rosto.

Em cerca de um mês, o inchaço deve ter reduzido bastante e o resultado já estará bem próximo do idealizado.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.