fbpx

Tag: "nutrologia esportiva"

Não importa sua idade ou seu tipo físico: é muito bom se exercitar com frequência. Mas, no dia a dia corrido que nós temos, muitas vezes não basta vontade — falta tempo para conseguir praticar uma atividade física com frequência. Uma alternativa adotada por muitos, portanto, é o esportezinho apenas aos fins de semana. 

Fazer exercícios físicos de vez em quando é melhor do que nunca fazer, claro. Mas, atenção: para que seu corpo aguente bem essas sessões esporádicas, é preciso tomar alguns cuidados. 

 

Tente ser menos sedentário no dia a dia

Músculos e articulações costumam sentir mais os esforços esportivos quando não estão habituados aos movimentos. Assim, uma dica é procurar se mexer o máximo possível nos dias em que não sobrou tempo para a academia ou para o futebol com os amigos. Inclua pequenas práticas em seu dia a dia. Que tal substituir o elevador pela escada? 

Quem usa transporte público também pode descer um ponto antes do convencional para fazer uma caminhadinha extra a caminho do trabalho. Outra dica é muito útil para quem trabalha sentado o dia todo: crie o hábito de se levantar ao menos de hora em hora, nem que seja para caminhar até o bebedouro e tomar um copo d’água — aliás, não se esqueça de tomar água!

 

Na hora das refeições

É questão de física: se você estiver com sobrepeso, maior será impacto do seu próprio corpo nas articulações durante a prática esportiva. Assim, é fundamental adotar uma dieta balanceada durante toda a semana, e não somente nos dias em que estiver planejando seus treinos. 

Aliás, a alimentação adequada é fundamental para o bom desempenho de atividades físicas. Já falamos disto aqui: se quiser mais informações, consulte um médico nutrólogo

 

Check-up do atleta de fim de semana

Quanto tempo faz que você não vê como está seu corpo por dentro? Atividade esportiva faz muito bem, mas é preciso ter certeza de que está tudo em ordem com seu organismo. Se você tiver alguma doença desconhecida, uma sobrecarga cardíaca pode acarretar consequências graves. 

Por isso, é altamente recomendável procurar um médico antes de começar essa mudança de hábito. E, depois que engrenar no esporte de sua preferência, mantenha visitas rotineiras ao consultório: o acompanhamento é fundamental. 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

Hoje vamos falar de um dos ramos mais empolgantes da nutrologia: a nutrologia esportiva. É o ramo da medicina que ajuda os atletas – profissionais e amadores – a obter a melhor performance com base em seu perfil metabólico, constituição corporal e hábitos de alimentação.

Venha ver com a gente como a medicina é essencial na vida dessas pessoas!

 

O médico nutrólogo

Toda pessoa que procura melhorar sua ingestão de nutrientes deve procurar um médico nutrólogo. ”Ele é o profissional que vai estudar a fundo as características físicas do paciente e seus hábitos, como tipo de atividade física e sua rotina de sono. Assim, é possível elaborar um plano alimentar personalizado e prescrever suplementação, se necessário”, explica a Dra. Ana Vitória Oliveira Almeida, médica nutróloga da Clínica Maddarena.

 

Um atleta não é igual ao outro

Cada atleta tem necessidades diferentes. Mesmo praticantes de um mesmo esporte precisam de orientação individualizada. ”O primeiro passo é conversar muito com o paciente e avaliar exames laboratoriais e a composição de seu corpo, como volume de ossos, gordura e músculos. Esse momento é crucial para estabelecer uma linha de tratamento”, complementa Dra. Ana Vitoria. 

 

Alimentação e nutrologia esportiva

Conhecendo em detalhes o metabolismo do paciente, o médico nutrólogo cria um plano alimentar focado na ingestão correta de proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Durante esse planejamento, é importante ouvir o paciente sobre suas preferências alimentares para que ele não perca o prazer em comer. 

 

Rotina de treinos

O nutrólogo também analisa o treino de cada paciente e como isso impacta na saúde de seus músculos. Essa atenção especial é dada para reduzir a fadiga muscular e dores pós-exercício. A união de todos esses esforços resulta em melhor performance, menor risco de lesões e, no longo prazo, ajuda a prevenir doenças nutricionais, como obesidade, hipertensão e diabetes.

 

Prescrição de medicamentos, hormônios e suplementos 

Em casos específicos e somente depois de uma análise minuciosa da saúde do paciente, o nutrólogo pode prescrever um série de substâncias e produtos para atingir um benefício específico. Esse tipo de prescrição só pode ser feita por médicos e deve ser feita com muito cuidado. 

 

É comum ouvir de pacientes que determinado produto ajudou um conhecido a ganhar mais massa muscular ou a aguentar uma carga maior de exercícios. Mas copiar o plano nutricional de uma outra pessoa ou seguir sugestões de pessoas que não são médicas pode ter efeito contrário ou ainda causar danos irreversíveis, como sobrecarga nos rins e problemas no fígado.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.