fbpx

O verão é a estação à qual nossa exposição ao sol é mais frequente. Por marcar o início desta estação, dezembro foi escolhido para ser o mês nacional de combate ao câncer de pele, por meio da campanha Dezembro Laranja.

Mais de 90% das pessoas que possuem câncer de pele apresentam como causa comum a exposição excessiva da pele ao sol. Rosto, pescoço, orelhas e mãos são as partes do corpo mais vulneráveis a esse tipo de câncer, por serem as mais expostas aos raios solares.

O método mais eficaz de prevenção à doença é a proteção solar, que pode ser feita com o uso de cremes. O Fator de Proteção Solar (FPS) deles deve ser adequado para cada tipo de pele. É importante também a diminuição do tempo de exposição direta ao sol, especialmente no horário no qual sua luz nos atinge com maior intensidade, entre as 10 e as 15 horas.

Alguns sinais de alerta para o aparecimento da doença são: feridas que não cicatrizam, expansão do pigmento de uma mancha, mudança na superfície de uma pinta, coceira, sensibilidade, vermelhidão, inchaço e dor em alguma parte da pele. Ao menor sinal de desconfiança com relação a algum desses sinais, procure um dermatologista para ter uma avaliação precisa e começar seu tratamento ou simplesmente continuar a curtir seu verão tranquilamente.

VEJA MAIS POSTS SOBRE
×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.