fbpx

Quanto de cabelo é normal perder em um dia? O que pode causar uma queda de cabelo acima do normal? Veja com a gente e não se esqueça: só um médico pode diagnosticar e tratar problemas de saúde.

 

Do nascimento à queda do cabelo

Um fio de cabelo saudável pode crescer por até sete anos. Antes de cair, seu desenvolvimento para e a raiz se solta da papila, região do couro cabeludo responsável pelo crescimento dos cabelos. Por até quatro meses, o fio ainda fica preso à cabeça, mas sem receber nutrientes. Nesse período, o folículo já está se preparando para produzir um novo fio, que cresce até que empurra o cabelo antigo, que finalmente cai. Essa fase de preparo para a queda é chamada de telógena.

É importante conhecer o ciclo de um fio de cabelo para entender que o fator que motivou sua queda aconteceu cerca de três ou quatro meses antes.

 

Quando a queda de cabelo é um problema

Todos os dias perdemos de 100 a 120 fios de cabelo. Parece bastante mas é uma quantidade normal e necessária para a renovação capilar. Essa quantidade não é um número absoluto, mas uma proporção da quantidade de fios média de uma pessoa, ou seja: pessoas com volume de cabelos acima da média podem perder um número ainda maior de fios diariamente. Quando a quantidade aumenta, pode ser um sinal de que algo errado está acontecendo – ou aconteceu há poucos meses atrás – com o organismo.

Assim, a queda de cabelo em excesso é chamada de eflúvio telógeno e, quando acontece, é um recado do corpo para que se verifique se está tudo bem.

 

Eflúvio telógeno agudo

É a queda causada por um evento específico, ocorrido cerca de três ou quatro meses antes. As causas mais comuns do eflúvio telógeno agudo são o período pós-parto, cirurgias, infecções com ou sem febre, estresse, medicamentos específicos e dietas com poucos nutrientes ou emagrecimento rápido.

Como qualquer outra condição aguda, essa queda acentuada de cabelo é temporária e cessa quando o problema é interrompido.

 

Eflúvio telógeno crônico

Quando a queda se dá por uma doença crônica do paciente, o problema persiste por um longo prazo. Com isso, o ciclo do fio de cabelo é mais curto, fazendo com que ele caia mais rápido. Dessa forma, é comum que o paciente tenha muitos fios novos, mas que não ficam longos e volumosos.

As maiores causas do eflúvio telógeno crônico são as doenças hormonais e as autoimunes.

 

Como tratar

É muito importante perceber que a queda de cabelo em excesso pode ser um sinal de um problema mais grave. Ao perceber uma quantidade maior de fios perdidos no banho ou na escova, a pessoa deve procurar um dermatologista. O médico irá examinar o paciente e perguntar por seu histórico de saúde. Como a queda, em si, é um sinal de alerta, é indispensável, acima de tudo, tratar a doença que causou o eflúvio telógeno. Além disso, o dermatologista poderá te orientar e indicar tratamentos no intuito de interromper o processo e fazer com que os fios se recuperam mais rapidamente, estimulando o crescimento deles!

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.