fbpx

O objetivo do post de hoje é trazer até você, leitora, um pouco mais de informações sobre os implantes mamários de silicone. Já falamos deles num post anterior sobre Mamoplastia e hoje explicaremos as 3 vias clássicas de colocação:

  • Peri-areolar – ideal para a mulher que não pensa em ter mais filhos, pois a glândula mamária é seccionada, podendo interferir em uma futura amamentação. A incisão é feita no contorno inferior da aréola, na transição entre a pele mais escura e a mais clara, tornando a cicatriz pouco perceptível. Para se utilizar esta via é necessário que a aréola tenha um tamanho mínimo;
  • Infra-mamária: incisão de cerca de 4cm feita no sulco mamário, onde termina a mama e começa o tórax. A principal vantagem é a menor manipulação dos tecidos mamários, uma vez que o implante será colocado no local exato da incisão. A opção por essa via torna a cicatriz visível quando a mulher está despida;
  • Via Axilar – incisão feita na axila, através da qual se tem acesso à região da mama. A vantagem desse método é que a cicatriz não fica na mama e só pode ser vista com os braços levantados.

Portanto, se você deseja aumentar seus seios, agende uma avaliação com um cirurgião plástico. Juntos, vocês vão traçar um plano (tipo de implante e método de colocação) para, enfim, se chegar ao resultado esperado. No próximo post sobre o tema, abordaremos os cuidados que a paciente deve ter durante o período de recuperação, fique ligada!

VEJA MAIS POSTS SOBRE
×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.