fbpx

Muitas vezes associamos a primeira ida ao dermatologista já à adolescência, quando a acne costuma atacar a todo vapor. Os adultos que não têm nenhuma queixa específica devem se consultar anualmente. Nessa oportunidade, o médico irá tirar as eventuais dúvidas e examinar o corpo todo com muita atenção à procura de lesões e outros sintomas que as pessoas muitas vezes nem sabem que têm.

Mas em alguns casos é preciso contar com essa especialidade médica ainda na infância. Conheça aqui algumas situações envolvendo os pequenos que podem demandar uma maior atenção médica.

 

Micose

Os fungos que causam micoses geralmente aparecem entre os dedos dos pés, nas unhas ou na superfície da pele, mas podem estar em outras áreas, como no couro cabeludo e até mesmo em órgão internos. O dermatologista vai avaliar o caso e indicar o melhor tratamento, que pode envolver medicamentos de uso oral, pomadas ou laser. Soluções caseiras são contraindicadas, pois podem expor as crianças a lesões e facilitar a propagação dos fungos.

 

Brotoejas

As bolinhas que aparecem nos bebês são causadas pela transpiração, que podem entupir os poros ainda muito pequenos dos bebês. Se o suor não for secretado corretamente, haverá a irritação. O problema, em si, não é grave – mas, se persistir, é importante que um médico confirme o diagnóstico e auxilie no tratamento.

 

Dermatite de contato

São aquelas vermelhidões não contagiosas na pele. Também pode causar coceira, fissuras e descamação. Ocorre quando a pele é exposta a algo que causa irritação, como fraldas, brincos ou até mesmo sabonetes. O dermatologista pode ajudar a identificar a origem do problema, a tratá-lo de forma correta e a fornecer alternativas se o uso de um determinado produto precisar ser suspenso.

 

Dermatite seborreica

Alguns bebês apresentam inflamações principalmente no couro cabeludo, no rosto e em suas dobrinhas. Muitas vezes elas são acompanhadas por fungos. Essa condição também não é transmissível e a outra boa notícia é que geralmente melhora depois do primeiro aniversário. Mas só um médico pode fazer o diagnóstico correto para cada caso e prescrever o tratamento adequado se o problema persistir.

 

Manchas de nascença e pintas

Muitos sinais e manchinhas que nascem com o bebê são normais. Mas é preciso atenção caso tenham aspectos irregulares. Só um médico capacitado pode dizer o que é uma manchinha charmosa ou uma lesão que deve ser acompanhada.

 

Verrugas

Elas não são motivo para alarme, mas podem ser contagiosas e devem ser removidas assim que possível. Assim como em qualquer outro problema de pele, remédios, simpatias e soluções caseiras devem ser evitados. Eles podem não resolver ou até mesmo agravar a situação. Em sua consulta, o dermatologista avalia o tipo de verruga, a idade da criança e a melhor forma de eliminá-la – o que geralmente é feito com um ácido especial, laser ou por congelamento.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

VEJA MAIS POSTS SOBRE
×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.