fbpx

Categoria: Dicas

Por Dr. Vitorio Maddarena 

Cirurgião plástico e Diretor Clínico da Clínica Maddarena

 

É preciso ficar em casa, isto você já sabe. Vivemos tempos de isolamento social, quarentena, home office e tantos novos aprendizados e adaptações que nos são exigidos na guerra contra o novo coronavírus. Em meio à pandemia que assusta o mundo, tenho refletido muito sobre como pequenos cuidados pessoais ajudam a encarar cada dia com mais humor e ânimo.

Alguns anos atrás li que, durante a Guerra do Golfo, havia muitos casos de depressão nas tropas militares americanas estavam no Iraque. Então os Estados Unidos levaram para lá alguns psicólogos e psiquiatras para atendê-los. De forma geral, a orientação aos soldados foi: fiquem bonitos como se fossem encontrar hoje suas namoradas. 

Pode parecer esquisito, já que eles estavam no meio de uma guerra e certamente teriam difíceis batalhas pela frente. Mas a ideia era mexer com o moral. Fazer com que aqueles militares dedicassem um pouco de seu tempo para cuidados pessoais, cuidassem de suas próprias imagens. Que eles se lembrassem de pentear os cabelos, que se barbeassem, lavassem os rostos, se admirassem ao espelho. 

Foi incrível como essa mudança de postura, bastante simples, melhorou os ânimos de toda a tropa. 

Muito tempo depois, acabei conhecendo pessoalmente um oficial que lutou nessa guerra. Comentei com ele sobre a história e ele confirmou: foi exatamente assim. Ao seguir os conselhos dos psicólogos e psiquiatras e gastarem um pouco do tempo com cuidados pessoais, todos os militares envolvidos na guerra passaram a se sentir melhores. 

Nestes tempos estranhos de reclusão social — necessária, para diminuirmos a propagação do vírus Sars-Cov-2 e, assim, conter a pandemia —, quero lembrar você de ter alguns cuidados com própria aparência. Às vezes pode parecer tentador ficar o dia todo de pijamas e nem mesmo se dar ao trabalho de lavar o rosto. Mas fazer disso uma rotina acaba atrapalhando sua própria autoestima. 

Então, vamos nos permitir investir alguns minutos em nós mesmos. Isso nos dará ânimo, vigor e mais energia para a batalha diária pela vida humana no planeta. 

E, se bater o tédio em meio a tanto tempo livre no confinamento, que tal aproveitar para ler aquele livro “que nunca deu tempo” e assistir aquele filme que “faz tanto tempo que está na fila”? Aconchegue-se. Prepare uma pipoca e renda-se a um programinha caseiro que relaxe a cabeça e acalme frente a tantas preocupações. 

Isso vai passar. E, com certeza, sairemos melhores pessoas depois dessa grande crise. 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

Por Dr. Vitorio Maddarena 

Cirurgião plástico e Diretor Clínico da Clínica Maddarena

 

A popularização das redes sociais e de aplicativos como WhatsApp, se por um lado ajudou a deixar as pessoas mais próximas e conectadas, por outro facilitou a propagação de boatos, inverdades e lorotas. São as fake news, informações mentirosas que são difundidas em menor ou maior grau em todas as partes do mundo, e sobre os mais diversos tipos de assuntos.

Como médico, eu me preocupo muito com um tipo de fake news que pode, sim, ser um problema de saúde pública. São aquelas mensagens sem nenhuma comprovação científica que trazem dicas com supostas curas milagrosas. Tem de tudo: desde afirmações de que chá de erva doce seria o princípio ativo de medicamentos de ponta contra a gripe até uma história de que um médico vietnamita teria descoberto que farinha de trigo faz sarar queimadura na pele. Tudo mentira. Tudo fake news.

Essas inverdades acabam se propagando mais rapidamente quando há notícias de surtos, como no caso do novo coronavírus. Em pânico, as pessoas tendem a repassar mais essas informações, sem refletir muito sobre quão absurdas elas são. O que só gera mais pânico, é claro.

Sei que muitas vezes as pessoas reencaminham mensagens assim com a melhor das intenções: querem compartilhar com pessoas queridas aquilo que parece ser uma dica útil. Contudo, em se tratando de saúde, qualquer crença sem embasamento científico pode, em vez de ajudar, prejudicar. Com isso não se brinca.

Há até um site do Ministério da Saúde, criado há dois anos, que checa a veracidade dessas mensagens disseminadas via aplicativos. Trata-se do http://saude.gov.br/fakenews. É um bom ponto de partida para que você veja se a mensagem recebida tem algum fundo de verdade.

Minha dica é para tomarmos cuidado. Não repassar informações do tipo é uma atitude cidadã e socialmente responsável. Se cada um fizer sua parte, as fake news não irão sobreviver. E precisamos, sim, tratá-las como um problema de saúde pública.

Sempre que tiver alguma dúvida sobre uma questão de saúde, procure seu médico de confiança. Ele estará pronto para lhe explicar, cientificamente, o que tem de verdade e o que tem de mentira em supostos tratamentos.

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

VEJA MAIS POSTS SOBRE

Já comentamos outras vezes sobre a perda gradual de colágeno da pele, à medida em que envelhecemos. Na prática, isso resulta na alteração do formato da face, bem como promove o aparecimento de rugas e das bolsas sob os olhos.  Essas mudanças fazem com que o rosto assuma um aspecto cansado, sem a vitalidade e o brilho de antes. E além da flacidez natural, outros fatores favorecem o aspecto de pele cansada, como o tabagismo, uma perda rápida de peso e a exposição desprotegida ao sol.

A boa notícia é que é possível atenuar esses efeitos sem perder a naturalidade. Veja com a gente!

 

Ácido hialurônico

Por ser uma substância encontrada naturalmente no corpo, o ácido hialurônico é um aliado seguro no preenchimento de pequenas áreas do rosto. Analisando com cuidado as características de cada paciente, o médico preenche linhas de expressão e regiões que perdem o volume com o tempo, como ao redor dos olhos. Os efeitos são temporários e duram entre seis meses e um ano. 

 

Toxina botulínica

Conhecida principalmente pela marca Botox, é um produto que relaxa músculos do rosto. Aplicado em pontos estratégicos, age suavizando rugas e linhas de expressão. Seus efeitos também são temporários e seu uso pode ser combinado com o ácido hialurônico. 

 

Ácido polilático

Geralmente comercializado sob o nome Sculptra, estimula nosso corpo a produzir o colágeno que perdemos naturalmente na idade adulta. Ele não é considerado preenchimento, já que sua função é fazer com que o próprio organismo se encarregue da produção de colágeno. Saiba mais sobre esse procedimento aqui.

 

Lifting facial

Para resultados mais duradouros e para aqueles casos em que o aspecto envelhecido é maior, a cirurgia plástica é a melhor escolha. O lifting redesenha os volumes da face, corrige a flacidez e traz de volta a jovialidade para o paciente. 

 

Blefaroplastia

Pálpebras caídas são as maiores responsáveis pelo aspecto de rosto cansado. A blefaroplastia é a cirurgia plástica que corrige o posicionamento das bolsinhas de gordura naturalmente presentes sob a pálpebra e retira o excesso de pele da região. 

 

Lifting de sobrancelhas para dar um up na pele madura

A correção das sobrancelhas caídas contribui para uma maior harmonia na expressão, deixando as linhas da face mais suaves. Procurada por pacientes de diversas faixas etárias, o lifting de sobrancelhas proporciona um ar descansado na expressão facial.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

A moda começou com a água termal e agora o mercado conta com tantas opções que é fácil se confundir. Essas águas são todas iguais? Servem para as mesmas coisas? Realmente funcionam?

Veja com a gente!

 

Água termal

O que é?

É uma água mineral pura, mas obtida de fontes específicas. Ela é rica em minerais, que melhoram a defesa da pele.

Para que serve?

A água termal é ótima para hidratar e acalmar a pele, principalmente depois de exposição ao sol e procedimentos como peeling e laser. Ela ajuda em processos de cicatrização e é também uma aliada de quem tem psoríase e dermatite atópica. Mesmo quem está com a pele em dia se beneficia, já que ela age como um tônico e pode ser incluída na rotina de cuidados faciais.

Como usar?

Depois de lavar o rosto, uma rápida borrifada de água termal já é suficiente. Deixe secar naturalmente e aplique seus produtos habituais, como hidratante, protetor solar e maquiagem. Se sentir necessidade, ela pode ser usada também ao longo do dia, principalmente para quem sente a pele ressecada com o ar condicionado.

 

Água dermatológica

O que é?

É uma água desenvolvida em laboratório. É formulada com componentes específicos para diversos tratamentos. Pode conter vitamina C, silício, arnica, d-pantenol, fosfolipídios e muitas outras substâncias importantes para tratar a pele.

Para que serve?

Assim como a água termal, ela é indicada para acalmar a pele depois de procedimentos estéticos. Mas, como é formulada para combater problemas específicos, ela vai além no tratamento e pode ajudar a controlar a oleosidade, uniformizar a pele e dar um efeito matificante.

Como usar?

Uma borrifada antes da rotina de cuidados com a pele.

 

Água micelar

O que é?

A olho nu parece água, mas é uma substância formada por microgotículas – as micelas – compostas por água e óleo. Assim, ela consegue remover as impurezas da pele com mais eficiência.

Para que serve?

Ao contrário da água termal e da água dermatológica, a água micelar não trata a pele. Ela foi desenvolvida para tirar a maquiagem e limpar impurezas. Ela é recomendada, por exemplo, para quem não gosta da sensação oleosa que a maior parte dos demaquilantes deixa no rosto. Outra vantagem é que não escorre para os olhos, causando aquele ardor típico da hora de limpar os cílios. A água micelar, no entanto, não é muito eficiente na remoção de maquiagens à prova d’água.

Como usar?

Deve ser aplicada com um algodão, da mesma forma do demaquilante comum.

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

A toxina botulínica, comercializada principalmente sob a marca Botox, é muito conhecida no combate às rugas e às linhas de expressão. No rosto, ela atua relaxando os músculos e impedindo que se criem as chamadas rugas dinâmicas.

Mas você sabia que ela também é indicada para muitas outras finalidades?

Conheça aqui algumas delas:

 

Estrabismo

Curiosidade histórica: a primeira aplicação médica da toxina não foi com fins estéticos. Pesquisadores descobriram que ela ajudava a relaxar músculos oculares, atenuando certos quadros de estrabismo. E até hoje ela é uma alternativa à tradicional cirurgia de correção do problema. Um médico especializado aplica o produto no músculo que está contraído de forma indevida. Uma vez relaxado, ele permite que o olho se alinhe de forma correta.

 

Suor excessivo

Para quem sofre de hiperidrose, é possível aplicar a toxina botulínica em áreas como axilas, palmas das mãos e solas do pé. O medicamento inibe a produção de suor pelas glândulas sudoríparas e deve ser reaplicado a cada cerca de 6 meses.

 

Enxaqueca crônica

Reduzindo os impulsos nervosos que chegam ao cérebro, o Botox também pode ser indicado em casos em enxaqueca. Com injeções na região da cabeça e do pescoço, ele bloqueia contraturas musculares que agem como gatilho para as crises.

 

Bexiga hiperativa

Quem sofre de idas excessivas ao banheiro pode se beneficiar do Botox. Ele reduz as contrações involuntárias da bexiga, dando mais conforto ao paciente.

 

Blefaroespasmo

Este é o nome técnico do movimento descontrolado de piscar os olhos. Aplicações regulares da toxina permitem corrigir as contrações involuntárias dos músculos das pálpebras.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.