fbpx

Tag: "aplicação"

Você sabe por que o ácido salicílico é tão comum em cosméticos? Ele é um componente versátil, que pode ajudar a solucionar várias queixas de pacientes. Entenda com a gente como essa substância age e quais seus principais benefícios.

 

Renovação celular e diminuição da oleosidade

O ácido salicílico tem propriedades esfoliantes e anti-inflamatórias, além de ajudar a controlar a produção de sebo na pele. É por isso que é indicado em muitos casos de acne, já que atenua a inflamação e ajuda a pele a se recuperar.

Ao controlar a oleosidade, o ácido salicílico previne espinhas e cravos, além da seborreia no couro cabeludo.

 

Produtos com ácido salicílico

Há várias opções criadas para atender a pacientes com necessidades diversas. O ácido salicílico compõe séruns, cremes, máscaras, peelings e sabonetes. A melhor pessoa para orientar sobre o que usar é o médico dermatologista. É ele quem avalia a condição da pele, os objetivos do paciente e eventuais sensibilidades ao componente. 

 

Peeling de ácido salicílico

Aplicações de peeling químico com ácido salicílico são uma ótima ideia para tratar problemas mais persistentes, como cicatrizes de acne e poros dilatados. Um especialista aplica o produto, que provoca renovação celular e leve descamação. É importante que o procedimento seja realizado por um profissional capacitado, que saiba avaliar as condições do paciente e os limites da pele. 

 

Outras finalidades

Mesmo sendo mais associado a acne, o ácido salicílico também é usado para tratar psoríase, dermatite seborreica e até calos. Com medicamentos especiais, o dermatologista ajuda o paciente a tratar as lesões e renovar a pele da região.

 

Cuidados

O uso de ácido salicílico, principalmente em altas concentrações, deve sempre ser prescrito por um médico. Dependendo da formulação, pode ser necessário reforçar a proteção solar, por exemplo. Gestantes e pessoas alérgicas a aspirina também devem evitar esse componente.

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

O envelhecimento é uma fase natural da vida e inevitável. Mas isso não é, necessariamente algo ruim. Pessoas maduras têm histórias e experiências que valem muito. Entenda com a gente o que acontece com o nosso corpo ao longo do tempo e sorria: as rugas, cicatrizes e linhas de expressão contam a sua história. Que só você tem!

 

Perda de colágeno

Proteína responsável pela constituição dos nossos tecidos, o colágeno é responsável por conferir firmeza e viço à pele do rosto e do corpo. A partir dos 20 anos, temos uma diminuição na produção de colágeno da ordem de 1% ao ano. O impacto disso começa a ser percebido quando entramos na casa dos 30 anos, quando a flacidez costuma dar seus primeiros sinais.

Além do passar dos anos, há outros fatores que aceleram a perda de colágeno, como tabagismo, estresse e exposição desprotegida ao sol. Portanto, mudanças de hábitos ajudam – e muito – no combate ao envelhecimento precoce. Tratamentos estéticos avançados, como multiwaves, radiofrequência e microagulhamento, ajudam o organismo a produzir mais colágeno, contribuindo para a firmeza da pele.

 

Rugas

Mexemos o rosto o tempo todo: para falar, sorrir, comer e até na hora de dormir. A contração constante dos músculos provoca o que chamamos de rugas dinâmicas, ou as famosas linhas de expressão. Com o tempo, de tanto dobrar no mesmo ponto, as fibras de colágeno se rompem, criando as rugas estáticas. Essas aparecem mesmo com o rosto parado sem expressão.

É importante entender essa diferença para compreender como é possível contornar tais efeitos. Para rugas menos pronunciadas, tratamentos com toxina botulínica são, por exemplo ótimos aliados. Marcas mais profundas são tratadas com preenchimentos como o ácido hialurônico e liftings faciais.

 

Flacidez

Há dois tipos de flacidez: a da pele e a dos músculos. A primeira ocorre por conta da perda de colágeno que mencionamos acima. É mais notada no rosto, colo, pescoço e nas mãos.

A flacidez dos músculos aparece principalmente nos braços – você certamente já ouviu sobre o “músculo do tchauzinho” – e nas coxas. Exercício físico é a melhor forma de melhorar o tônus muscular.

Ingerir adequadamente proteínas e água também é muito importante para garantir o tônus da pele e dos músculos. Um médico nutrólogo ajuda – e muito – nessas horas!

 

Cabelos brancos

Mas não é só colágeno que perdemos com o tempo. O corpo também produz menos melanina, pigmento responsável, dentre outras coisas, por dar cor ao nosso cabelo.

Junte isso à predisposição genética, doenças crônicas e fatores externos, como alimentação não balanceada, estresse e poluição. Aí está a razão do nosso corpo gradualmente produzir fios brancos.

 

Manchas na pele

Elas até têm nome associado ao envelhecimento: manchas senis. Mas não se assuste. Tais manchas podem aparecer em qualquer idade por conta da exposição desprotegida ao sol. E a resposta para a prevenção está aí: protetor solar sempre!

Para as manchas que já surgiram, converse com um dermatologista. Ele vai avaliar corretamente o tipo da mancha e o tratamento mais adequado.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

A bichectomia é a cirurgia plástica responsável por remover o excesso de gordura na região da bochecha. Entenda com a gente como ela é feita e para quem é indicada.

 

Para que serve a bichectomia

Quem tem as bochechas muito cheias e pronunciadas pode atenuar esse aspecto com a cirurgia. A bichectomia também é indicada para quem perdeu muito peso mas tem a sensação de que o rosto continua cheio e desproporcional ao novo corpo.

Uma proporção mais harmônica das bochechas ajuda a melhor definir os contornos da face, afinando o rosto e realçando as maçãs. 

 

Como a bichectomia é feita

Como é uma cirurgia plástica, a bichectomia somente deve ser indicada e realizada por um cirurgião plástico.

Fazendo um corte na parte interna da boca, o médico retira o excesso de gordura que constitui a Bola de Bichat, uma estrutura presente entre os músculos encarregados da nossa mastigação. Como a incisão é feita por dentro, a cirurgia não deixa nenhuma cicatriz aparente.

 

Pós-operatório

Os pontos são absorvidos pelo organismo e em poucos dias o paciente retoma suas atividades habituais, sendo normal que a região fique inchada por alguns dias. O correto acompanhamento médico é essencial nessa fase, já que é ele quem vai orientar sobre cuidados específicos e avaliar a recuperação.

 

Bichectomia funcional

Há casos em que a cirurgia é indicada a pacientes que, por conta do excesso de gordura na região, mordem a parte interna da bochecha com frequência. Por causar desconforto e lesões rotineiras, esse é um exemplo de cirurgia plástica que vai além de questões estéticas e tem a finalidade de melhorar a qualidade de vida da pessoa.

 

Duração dos resultados

A Bola de Bichat não se regenera. Por isso, a bichectomia é uma cirurgia com resultados permanentes. No entanto, é importante lembrar que com o passar do tempo nosso rosto muda de forma, perdendo sustentação e sua camada normal de gordura. Esse processo é natural e acontece com todo mundo. Por conta disso, é importante escolher um profissional experiente, que remova apenas a quantidade necessária de gordura para que no futuro o rosto não ganhe um aspecto envelhecido.

 

Bichectomia combinada com outros procedimentos (harmonização facial)

Em muitos casos é indicado combinar a bichectomia com outros procedimentos para conferir ao rosto proporções mais harmônicas. É comum associá-la a procedimentos como lipoaspiração facial, lifting e preenchimentos. Converse com um médico sobre suas expectativas e entenda qual abordagem é a mais indicada para seu caso.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

As manchas na pele surgem por vários motivos. Algumas são evitáveis e até mesmo podem ser removidas por completo. Entenda com a gente os principais tipos e o que fazer quando alguma aparecer.

 

Manchas senis

Não se assuste com o nome. As manchas senis surgem em qualquer idade, principalmente no rosto, colo e mãos. E isso acontece um motivo: essas regiões são as mais expostas ao sol durante nossa vida. A melhor forma de evitá-las é com o uso diário de protetor solar, mesmo em dias frios ou nublados. Uma vez que elas aparecem, um médico pode ajudar a atenuá-las com ácidos especiais, peelings e outros tratamentos que colaboram para a renovação das camadas mais superficiais da pele.

 

Melasma

São aquelas manchas escuras ou acastanhadas que aparecem principalmente no rosto. O melasma é geralmente uma mancha de origem hormonal, mas o fator genético também é importante para seu surgimento. É famoso por aparecer em algumas mulheres durante a gravidez.

Há várias formas de amenizar o problema, como cremes, tratamento com laser, luz pulsada e peelings. Mas, como em todas as outras manchas, proteção contra o sol é essencial em qualquer tratamento!

Veja mais sobre o melasma aqui.

 

Cicatrizes de acne

A acne não ocorre exclusivamente na adolescência. Ela pode aparecer em qualquer momento da vida, como quando há variações hormonais no organismo, situações de estresse ou ingestão de alguns medicamentos. Principalmente nos casos mais graves, a inflamação causada pela acne pode deixar cicatrizes. Hoje em dia é possível contar com tratamentos seguros e eficazes para o problema, ajudando a renovar a pele, deixando-a mais lisa e uniforme.

 

Sardas

As charmosas manchinhas na pele surgem geralmente em peles mais claras e não representam nenhum perigo à saúde. Quem quiser atenuá-las pode contar com a medicina para o uso de cremes e aplicações de laser para clarear a região. 

 

Rosácea

É o nome que se dá às inflamações nos vasos sanguíneos do rosto e que causam manchas avermelhadas. Vários fatores podem favorecer seu aparecimento, como exposição ao calor, ingestão de álcool e esforço físico. Também varia o seu grau de intensidade, indo desde apenas vermelhidão até pústulas e espessamento da pele. Dependendo do quadro do paciente, o médico pode prescrever tratamentos tópicos, laser, uso de antiinflamatórios ou até mesmo cirurgias.

 

Câncer de pele

Manchas na pele irregulares e lesões que não cicatrizam merecem atenção imediata. O Brasil é um dos países com maior incidência de câncer de pele, doença que aparece com mais frequência em pessoas expostas constantemente ao sol sem proteção. Ao menor sinal de manchas e pintas com pigmentação ou bordas irregulares, procure um dermatologista imediatamente.

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

O inverno chegou e, em meio ao tempo maluco, é bom dar atenção especial à pele do rosto e do corpo. Reserve um momento de autocuidado, preferencialmente depois do banho, e invista na sua beleza de forma simples e gostosa.

 

Por que precisamos dar mais atenção à pele no inverno?

No frio, transpiramos menos, tomamos banhos mais quentes e demorados e bebemos menos água. Tudo isso faz com que a pele perca sua proteção natural de óleos, ficando mais ressecada. 

Além disso, é uma época em que dermatites tendem a aparecer com mais frequência, justamente por a pele estar mais vulnerável a agressões.

 

Como prevenir o ressecamento de pele no inverno

Antes de tudo, não se esqueça de beber água. Cada organismo tem uma necessidade diferente mas, na dúvida, dois litros estão de bom tamanho. Se você trabalha sentado o dia todo, levantar e pegar um copo de água é uma desculpa perfeita para dar uma alongada e mexer o corpo.

Além disso, capriche nos hidratantes. Como faz menos calor, uma consistência mais espessa ajuda a turbinar a hidratação sem deixar aquela sensação melada e pegajosa do verão. No rosto, converse com seu dermatologista sobre as melhores opções para seu tipo de pele. 

E não se esqueça dos lábios: como eles têm a pele bem fina, podem ressecar em temperaturas mais frias. Use um hidratante labial e deixe os batons mate para o verão, se sentir que eles estão deixando a região mais ressecada. 

 

Protetor solar é ainda necessário!

Mesmo não fazendo calor, o sol ainda está no céu e sua radiação continua sendo prejudicial à pele. Não importa se está nublado ou frio: protetor solar é indispensável para proteger contra envelhecimento precoce, manchas e câncer de pele. E mais: ele deve ser reaplicado a cada três horas ou antes, se a pele tiver contato com água ou suor. 

 

Notícia boa: é a melhor hora para procedimentos estéticos e cirurgias eletivas

Como a incidência solar é mais leve e cobrimos mais o corpo por causa do frio, o inverno é o momento ideal para dar um up no visual! Muitos procedimentos – como sessões de laser e de peeling – causam pequenas lesões na pele, que são normais e esperadas para esse fim. Com menos sol e calor, as regiões cicatrizam melhor. Além disso, cirurgias plásticas exigem maior cuidado e, em alguns casos, repouso. Então, muita gente aproveita o período de férias para investir em uma bela mudança no visual!

 

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.