fbpx

Tag: "volumetria facial"

Certamente você já ouviu falar sobre o colágeno, essa proteína que é tão importante para nosso organismo. Trata-se de uma substância produzida por todos os animais – e que é fundamental para a constituição do tecido conjuntivo.

Ele está presente na pele, nas cartilagens, nos tendões e em muitos órgãos do corpo humano. É a proteína mais abundante em nosso organismo, representando 30% do total.

De uma maneira bem simples, podemos dizer que essa substância é que dá a forma ao nosso corpo: firmeza e resistência, sem deixar de ser macio.

A partir dos 20 anos temos uma diminuição na produção de colágeno da ordem de 1% ao ano. Depois dos 30 anos esse déficit de produção já começa a impactar na sua quantidade total e por isso o início da flacidez

Além da flacidez, a ruptura das fibras de colágeno provoca as estrias

 

Qualidade de vida

Alguns fatores comportamentais podem fazer com que a diminuição do colágeno ocorra de forma mais rápida no organismo. Fumar, exagerar no sol ou ter um dia a dia muito estressado em geral precipita esse processo, trazendo efeitos mais visíveis ainda em pessoas jovens.

Esta é uma das razões porque pessoas expostas a condições difíceis parecem mais velhas do que realmente são.

 

O colágeno na alimentação

Uma alimentação balanceada pode ajudar o organismo e atenuar um pouco os efeitos naturais da idade. Peixes, frango, carne vermelha e ovos são ricos em colágeno. Alguns tipos de queijo – como o minas e o cottage – também são importantes.

É bom também ingerir legumes, verduras, frutas e castanhas. Porque eles são ricos em nutrientes – selênio, zinco, vitaminas A, C e E. E são esses nutrientes que garantem que o colágeno seja absorvido pelo organismo.

 

Suplementos de colágeno

O colágeno, como toda proteína, é uma cadeia de aminoácidos, como se fossem peças de Lego. No processo de digestão, nosso organismo “desmonta” as proteínas, absorvendo os aminoácidos. Uma vez absorvidos, o destino deles será compor uma nova proteína, que poderá ou não ser um colágeno.

Dessa maneira, acredita-se não ser preciso ingerir colágeno para produzi-lo, mas sim ter uma alimentação regular que garanta um bom estado nutricional.

 

Estimulando a produção 

Hoje em dia é possível contornar o problema da perda de colágeno com tratamentos que estimulam a produção pelo próprio corpo, como o Multiwaves, radiofrequência, microagulhamento, drug delivery, laser e peelings físicos ou químicos.

Essas novas tecnologias auxiliam na firmeza da pele e melhoram o aspecto de linhas de expressão e cicatrizes, inclusive as de estrias.

 

Colágeno emagrece?

Não exatamente. Mas a ingestão do suplemento em pó em quantidades indicadas por um médico pode gerar sensação de saciedade, diminuindo a fomezinha indesejada em horários errados. O produto sozinho não faz milagres e perda de peso saudável só se consegue com boa alimentação e exercícios. Mas o colágeno pode, sim, dar um empurrãozinho.

Já segue a Clínica Maddarena nas redes sociais?

instagram facebook1

A Ritidoplastia é a técnica cirúrgica que serve para reequilibrar a Volumetria Facial. Mas você sabe o que é a tal Volumetria Facial? Ela é, basicamente, a distribuição dos volumes faciais. Para ficar mais claro, explicaremos como a face humana se divide. Ela é dividida em 3 partes: o terço superior é representado pela testa, o terço médio é a área que compreende desde os olhos até as narinas (incluindo as maçãs do rosto) e o terço inferior vai das narinas até o queixo.

Cada terço da nossa face sofre modificações em todas as fases da nossa vida. É muito comum que na infância tenhamos a face um pouco mais arredondada, que alterna para uma mais triangular na juventude e início da vida adulta até, finalmente, atingir um formato retangular. Pois bem, a Ritidoplastia (também conhecida como Lifting Facial) visa desfazer essa transformação geométrica causada pelo tempo, podendo proporcionar uma espécie de rejuvenescimento de aparência.

O cirurgião plástico que o paciente escolher será capaz de reposicionar suas estruturas faciais ao atuar no Sistema Músculo-Aponeurótico Superficial, ou SMAS, uma membrana que fica abaixo da pele e faz a conexão entre o que é superficial e o que é profundo na face. Algumas pessoas, além do reposicionamento das estruturas, necessitam de aumento de determinados volumes, mas isso será tema do nosso próximo post sobre a Ritidoplastia, fique ligado(a)!

Hoje voltamos ao tema Ancoragem Facial. O objetivo deste post é levarmos até você explicações a respeito da sequência ideal de aplicações do Ácido Hialurônico para o reequilíbrio da volumetria facial. Para obtê-las, conversamos com o Dr. Vitorio, diretor da Clínica Maddarena, conforme havíamos prometido no post anterior sobre Ancoragem Facial. Confira:

“O ideal é que abordemos a face de cima para baixo. Mesmo que a queixa da paciente seja o bigode chinês, por exemplo, iniciamos por pontos de ancoragem na região entre a parte superior da orelha e o canto do olho, num osso chamado arco zigomático. Em seguida, partimos para o final desse osso, já na parte inferior do olho, para depois repor o volume na maçã do rosto propriamente dita”, explica o Doutor. Depois de tudo isso é que se chega ao sulco nasogeniano. “Em alguns casos a aplicação do Ácido Hialurônico não se faz necessária pois, com o escoramento dos tecidos, o volume que se dobra e dá origem ao sulco já não pesa tanto nessa área”, completa o Dr. Vitorio.

Por ser um procedimento não-cirúrgico, o processo de recuperação é simples. Os cuidados incluem massagens locais nos primeiros dias. Se o procedimento te interessou, procure um médico especialista no assunto e agende uma avaliação, na qual ele poderá te dizer se essa é a técnica ideal para o seu caso. E se ainda restam dúvidas sobre a Ancoragem Facial, não deixe de nos enviar pelas nossas redes sociais.

A Ancoragem Facial é uma técnica moderna que utiliza o Ácido Hialurônico para reequilibrar a Volumetria Facial do paciente. Antes de contarmos como funciona a técnica em si, é importante explicarmos as modificações que ocorrem no nosso rosto com o passar do tempo.

Ao longo dos anos a distribuição de volumes da face se modifica. Ocorre esvaziamento do terço médio, que comporta as maçãs do rosto, enquanto a mandíbula ganha volumes. Com isso, o formato do rosto se modifica, passando de um triângulo apontado para baixo para um retângulo. Essa modificação se deve não só à diminuição dos volumes faciais do terço médio, mas também ao descenso dos tecidos faciais, fato que desencadeia o uso de alguns grupos musculares auxiliares para tentar soerguer os tecidos da maçã do rosto, por exemplo. Isso faz com que as expressões faciais também se alterem, pois a dinâmica facial está modificada. Com a ancoragem, esse auxílio muscular não será mais necessário, fazendo com que as expressões faciais fiquem mais naturais, além, é claro, dos tecidos voltarem à posição original. O resultado é um aspecto facial rejuvenescido.

No próximo post sobre o tema, o Dr. Vitorio Maddarena explicará passo a passo o processo de aplicações do Ácido Hialurônico neste procedimento de Ancoragem Facial. Fique ligado(a)!

×
Olá!
Como podemos te ajudar?
Por favor, digite seu nome.